sexta-feira, 30 - outubro - 2020

Francelino Belizário dos Santos Lopes

Francelino Belizário dos Santos Lopes, desenhista, pintor e técnico em Informática, nasceu no dia 4-3-1988, em Diamantina-MG. Cresceu em Rio Preto.

Com 5 anos de idade já era fascinado por desenhos. Ele pedia às pessoas para desenharem para ele, porque não conseguia desenhar nada (quem diria?!). E então, aos seis anos começou com os seus primeiros traços.

Com 13 anos começou a desenhar traços humanos. O primeiro rosto humano que ele desenhou foi o de Maria José Dumont Souza.

Com 18 anos fez um curso de pintura em Diamantina, quando começou a pintar quadros. Ele fala que para essa arte é muito importante ter paciência, que é uma terapia. Em qualquer parte do dia ele consegue pintar, dependendo apenas da sua emoção.

Ao pintar o seu primeiro quadro (abaixo), inteiramente da sua imaginação, ele diz que se inspirou na simplicidade de sua casa, em sentimentos de tranquilidade, simplicidade e humildade, que para ele são valores humanos essenciais.

Cabana Simples

(Leia mais sobre o quadro acima clicando aqui.)

Com 20 anos começou a fazer desenhos realistas de modo mais aprimorado, inspirando-se muito na arte e história de Charles Laveso (desenhista paulista).

Francelino está sempre fazendo desenhos e quadros para vender, por encomenda. Hoje, tem muita segurança da sua arte e a encara de modo profissional.

Ele diz que a sua mãe e os seus três irmãos são as suas bases. Carrega muita gratidão pelas pessoas que sempre o incentivaram em sua arte.

Ferramentas profissionais que ele usa para nos presentear com a sua arte:

Ferramentas profissionais para a sua arte

OUTROS GOSTOS

Francelino também gosta de assistir filmes, ler, estudar, artes marciais, exercitar-se, caminhar ao ar livre, Informática.

PESSOAS QUE O INSPIRAM

Charles Leveso, Albert Einstein, Michael Bernard Beckwith.

RELIGIÃO

De família católica. Durante 7 anos foi evangélico. Atualmente não se apega tanto em religião, mas não é ateu, pois acredita em uma inteligência suprema por trás da criação do Universo.

FILOSOFIA DE VIDA

Segundo Francelino, quando prendemos nossa atenção aos problemas da vida, esquecemos de ser gratos às coisas boas que a vida nos proporciona.

Ele exemplifica o seu pensamento acima dizendo que antes queixava-se muito por não ter um emprego, mas agora, ao invés de reclamar, prefere ser grato por passar mais tempo com a sua família e por poder se organizar melhor enquanto ainda lhe falta um emprego.

PERÍODO DIFÍCIL

Em 2005, quando o seu pai José Luiz Lopes (conhecido como Zé de Ladu ou Zé Meu) faleceu, com quem se encontrava praticamente todos os dias – uma amizade muito forte – Francelino se isolou do mundo e expressou a sua profunda tristeza neste desenho:

Profunda Tristeza

(Leia mais sobre o desenho acima clicando aqui.)

SONHOS

Cursar faculdade na área de Direção de Arte. Também sonha em servir à Polícia Civil.

Sobre Diego Emanuel

Riopretano, poeta e programador. Acredita que o mundo melhor começa em nós mesmos, e que será construído com cada ser humano pensando o bem a qualquer outro – caminho para a felicidade individual -, com educação, trabalho que liberta e automação.

Veja também

Carlos André Rodrigues

Carlos André Rodrigues nasceu no dia 5-12-1986, em Diamantina-MG. Cresceu em Rio Preto, comunidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *